domingo, 2 de maio de 2010

UMA CARTA A BLOGUISTA



Bloquista ou Blogueiro”, achamos que deverias acrescentar mais um QUADRO, ou, uma janela(WINDOW) às categorias que implantou aqui em seu BLOG, o qual, seria o de "OPINIÕES" e "IMPRESSÕES", além de que o seu "SIGA-ME", deve ser bem divulgado com todos àqueles que mantiver contato, para que àqueles que interessa pelo que escreveu ou venha escrever, possa saber quando for postado alguma coisa. Resolvi entrar aqui, para deixar um comentário, pois, acho bastante corajoso, para um jovem de 17 (dezessete) anos, tenha resolvido a expor uma situação pessoal de "orientação sexual", e, principalmente o "preço" que se lhe é exigido por ser transparente. Como sói esta a acontecer sempre, pois, sabemos que a maioria das pessoas prefere ficar "às escondidas" (nada contra), muitos, entendemos, para se protegerem; e, ou, então, achando que deve extrapolar em sua "orientação" querendo que todos lhe acompanhem; e, ou, passa o tempo todo dando espetáculos de comportamento anti-social, expondo em excesso um suposto lado feminino seu, como se para ser um "gay", fosse necessário, ou, tem de ser ou parecer estar incorporado num corpo de uma diva”, ou, "mulher".

Isso quando não se lança mão, ainda, na apresentação verbal, escrita, ou, usando meios eletrônicos, para expor as escatológicos ações de sua performance sexual, extrapolando o bom senso. Nada contra isso, embora achemos que há os bons momentos do relacionamento que devem ficar entre quatro paredes, e, àqueles que são os envolvidos nos atos do amor "kama sutriano" (se me permite o trocadilho, recordando agora do livro indiano chamado KAMA SUTRA, o qual, narra diversas  e possíveis posições sexuais).

 Agora vir relatar os seus momentos de insegurança, seus medos, suas sensações de satisfação ou insatisfação intima, sem necessariamente se chegar à uma descrição naturista (se esta no segundo grau, deve lembrar das escolas literárias, donde, na “prosa” (romance), em que o "naturalista" foi aquele autos que em determinado período em uma obra literária chegavam requinte detalhista no texto em  descrever: “... até as erupções cutâneas ou dermatológicas – pele -  em reação, por exemplo, a um toque de  alguém em sua pessoa”.

Agora, contar sutilmente como foi, ou foram, momentos de amor, sem necessariamente ser piegas. Esclareço a ti que escrevo muito, também, leio bastante: livros, jornais, revistas, além de textos jurídicos de minha atividade profissional, e, até mesmo os famosos contos da NET, de vários gêneros que aqui se encontra: "amor", "político", "ambiental", e, até mesmo os "eróticos", os quais, se acham nas COMUNIDADES”, e, credo, quando começam com aquela "pieguice", e, tudo cheio de “erros de português”, não da para continuar a ler. Ora, sequer procuram um auxilio para melhorar o texto, pois, quando redigem o que querem escrever, nem mesmo se socorrem ao “Word”, donde, depois de concluído podem contar com a colaboração do EDITOR DE TEXTO e ajudá-los na correção ortográfica e gramatical.

Assim, já fica aqui a sugestão que faça primeiro o seu texto no WORD”, pesquise no “Google” e outros que há, sobre o assunto que vais escrever, para que tenha conteúdo; e, após a correção, faça, então, a colagem do mesmo no BLOG. Agora, pelo amor de Deus, evite frases de gírias, se for citá-las coloque-as entre “aspas”, e, expressões outras como: “tipo assim”; “agente” (não se sabe se esta falando de sua pessoa, ou, do 007 dos filmes); e, tantas outras que ao longo do tempo vamos descobrindo que são, e, estão erradas o seu uso num texto, principalmente, quando ao longo desse tempo formos nos habituando a exercer o agradável hábito da leitura.

Se por acaso, no seu PERFIL, há ou tenha por lá, naquele QUADRO, donde se pergunta: se gostas, ou quais são os livros que já leu”; e, na sua resposta esteja escrito, entre outras coisas, o seguinte: não gosto de ler, não sou chegado na coisa; comecei a ler um livro na vida e nem acabei”, li algum, ou, alguns, mas não me lembro de nenhum”; num gosto disso não, seu moço; e, tantas outras bobagens que deixam por lá, e, não ficam “nem vermelhos” em esconder o analfabetismo cultural; por favor, nossa, vai correndo lá e tire essas palavras profanas, pois, leitura é sinônimo de cultura.

 Ora, uma pessoa que não lê, não pode, necessariamente, ser culta. Pode estar certo que quando vou escolher um novo amigo virtual, dou uma boa olhada no PERFIL do(a) candidato(a), pois, pois, se propomos a escrever temos de respeitar o nosso leitor, escrevendo de uma maneira mais correta possível. Assim, ao escrever, basta deixar de lado seus penduricalhos populistas e piegas”, típicos de um "blockbuster", e ater-se, em termos gerais, àquela que seria sua linha ideológica básica em escrever. O que muita gente não sabe é que as boas e grandes empresas fazem, ultimamente, após as entrevistas com muitos candidatos a empregos é saberem se participam da chamada Rede Social da INTERNET, em algum site de convivência ou relacionamento, e, diante da resposta vão até lá dá uma conferida na PÁGINA de seu futuro e provável empregado. Assim, muitos passam na entrevista; mas quando o pesquisador vai até a NET e olha que escrevem, fica pasmo, e, passa um “x” na folha do já aprovado, dispensando-se do trabalho de admitir um cidadão que se perdeu em bobagens em sua própria página de apresentação virtual.

Claro que na página de um desses “sites” temos que ser nós mesmos, da forma mais natural possível, portanto, não precisamos ficar inventando um PERFIL que não existe, colocando uma foto que nem é a pessoa na idade que se acha, e, ou, ainda, usando a foto do sobrinho ou sobrinha mais bonito(a), podemos brincar e ser engraçados, sem deixarmos de ser “espirituoso”, e, nunca, porém, devemos parecer ridículo, ou achar que na pagina da NET todas as palavras de baixo calão (palavrão/chingamento) devem ser ali escritas. Alguns se acham a “última bolacha do pacote”, e, com o devido respeito, são tão estonteantemente estúpidos, que usam um linguajar tão chulo, no tratamento àqueles que podem supostamente acessar sua “página”, que deveriam ter a boca lavada com sabão e desinfetante.

Portanto, ser sutil no texto isso é agradável e interessante. Trabalhamos muitos anos com adolescentes junto à JUSTIÇA de minha cidade, acho que o tempo todo foi durante uma década ou mais como Comissário de Menores, e, isso nos preparou muito para lidar com tudo. Tenho um filho de 15 (quinze) anos, o qual, vive ele com a mãe; e, por termos investido muito em sua educação desde cedo, esta fazendo o segundo grau, e, acredito deverá ir para Universidade no próxima ano, e, lhe acompanho o crescimento e a sua vivência, obviamente, sem intervir na sua juventude e modo de viver. Mas, como uma pessoa mais madura, tenho que ajudá-lo no seu dia a dia, sem ser um interventor de sua adolescência que transcorre normalmente; porém, quando lhe observo um comportamento "preconceituoso" em relação às pessoas que tem orientação sexual diferente, aí tenho sido duro com ele, pois, como lhe digo, temos: cada ser, cada pessoa, um jeito de viver diferente; mas, somos todos humanos e perecíveis.

Ora, com muita ou pouca razão, o fato de estarmos neste planeta num tempo finito (marcado); pois, todos sabem, obviamente, que iremos ir um dia ao um “PLANO DIFERENTE”, podemos chamá-lo de “ESPIRITUAL”, o qual, esta além deste planeta, orgânico e mineral, em que vivemos. Mas, o que ele passa nesses momentos, donde, ocorre à oportunidade dos jovens acharem que podem "zuar" a todos, extrapolando o bom senso, isso é fruto de um comportamento coletivo, pois, a "molecada" hoje acha que estando em grupo cada um tem ser mais "valente" ou "estrela" do que o outro, chegando aos requintes de humilhar algumas vezes o seu semelhante; pois, embora ele possa estar entre as chamadas minorias, e, ou, “diferentes classes” todos devem e merecem ser respeitados.

Fique tranqüilo, e, nem fique ensimesmado, achando que todos no mundo esta a lhe vigiar, ou, a censurar; pois, se comportas como um cidadão normal e sem afetos, os outros tem que tratá-lo da mesma maneira. RECEBEMOS DOS OUTROS O QUE OFERTAMOS A ELES. Nada mais. Tudo isso é muito simples.
 Queremos que vá até ao nosso BLOG, cujo link esta abaixo, e, ainda, adicione o seu nome à nossa página do ORKUT, será um prazer tê-lo como amigo; e, também, verás em nossa página que entre os meus amigos há gente de todo tipo, sem me interessar pela: raça ou etnia a que pertence; ao time de futebol que torce; à orientação sexual que tem; ao partido político que professa; mas, porém, acho que todos nos devemos saber se apresentar, caso queira receber o mesmo de todos.
 Se alguém é "gay", e, ou, ainda, um “hetero” muito galanteador e boa aparência, com objetivo de estar ali para conquistar, essa pessoa, necessariamente, não tem que estar totalmente se mostrando em uma foto sua de nú frontal, seja na página de apresentação, no PERFIL, no chamado "site de convivência" (ORKUT, FACEBOOCK e outros). Ora, se o caso é “exposição sexual”, acho que na INTERNET tem "sites pornográficos", e, ali que o cidadão então deve e poderá se vender à vontade.

Ora, nos "SITES DE RELACIONAMENTOS" as pessoas querem se conhecer, se encontrar virtualmente; e, caso um dia ocorrer de se verem pessoalmente, a história, ou, o momento intimo disso (se acontecer), deverá pertencer a eles. Há uma diferença muito grande em alguém estar com o "dorso desnudo", numa semi-nudez artística e fotográfica, seja essa pessoa, um rapaz ou uma moça expondo um todo, ou, partes de um corpo bonito para o qual a natureza lhe foi generosa, do que àqueles que querem expor a sua "genitália", sem antes perguntar se estamos interessados em ver. Achamos como já se disse acima, que o lugar desses "expositores", deveria ser nos sites próprios a isso. Escrevi no meu "BLOG" alguma coisa a respeito do conhecimento e relacionamento que ocorrem na chamada "REDE SOCIAL" da INTERNET, onde, somos rejeitados ou benvindos nos "adicionamentos" às páginas desses "sítios virtuais de amizade". Interesso-me conhecer pessoas, conviver com elas, trocar experiências culturais, conquistar leitores para o que escrevemos, pois, não se fica fazendo um BLOG para si próprio, não tem jeito, escrevemos para que outros possam ler. Assim são as coisas e a vida.

Concluindo, só lhe digo que continue a ser um jovem respeitável que acredito que você seja; esteja sempre bem com àqueles que lhe ama, principalmente, a senhora sua mãe que lhe apóia muito, e, os amigos verdadeiros; além de outros que tem a certeza de que és acima de tudo um filho de Deus que deve ser também considerando e amado a todo momento. Continue a escrever, leia bastante, para que possa melhorar o seu texto, e, nos textos fale de você, fale de sua alma, e, fale de seus sentimentos. Um grande abraço para você. Wil. ===>http://wilcostaesilva.blogspot.com/








Nenhum comentário:

AddThis

Share |

BARRA DE VIDEOS

Loading...

BRASIL - BANDEIRA NACIONAL

BRASIL - BANDEIRA NACIONAL

SOMOS FELIZES DA MANEIRA QUE VIVEMOS! TEMOS TUDO QUE NECESSITAMOS! TEMOS AO NOSSO LADO QUEM QUEREMOS!

VIAGEMPÉDIA - VIAGENS PROMOCIONAIS

Viagempédia - Hotéis, Viagens e Férias